Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
12/maio/2008

A grande mídia tá montando em Zé Agripino. Tudo por causa da Dilma.


Por Robson Pires, em

A chamada grande imprensa do país continua castigando o Senador José Agripino Maia, DEM.

 

Não perdoa o Senador pelo episódio com a Ministra Dilma Roussef.

 

Tão criticando o Senador norte-rio-grandense sem dó e piedade.

 

Há bem pouco tempo Zé Agripino era destaque na mídia por ser o mais ferrenho adversário de Lula. Principalmente, na época dos grandes escândalos.

 

Só dava Já, Já!

 

Agora querem crucificar o homem.

 

Ô mundão!

 

E a Dilma? Virou estrela, foi? Daqui a pouco ela tá eleita para ocupar a vaga de Lula.

 

E com aquela brabeza. Vixe!


9 Comentários

  1. Norte-riograndense disse:

    A única forma de Zé Agripino aparecer na mídia é com apelação de mau gosto e demagogia.

  2. canguru disse:

    JáJá, deve ter muito cuido,a Exma. Sra. Governadora,está com de saia na mão para dá-lhe uma piza. E ainda mais depois dessa…E eu que via o J?J? como um futuro presidenciável.É, o efeito Wilma T? MEXENDO COM O HOMEM.

  3. BRASIL disse:

    ESSA MUIÉ A? XERIFE, É UMA VERGONHA PARA O NOSSO PA?S…

  4. João Maria Cavalcanti disse:

    Também Róbson, qualquer comparação entre a Ditadura Militar e a Democracia só pode partir da boca de quem não dar valor a democracia brasileira. Insinuar que mentir sobre torturada pelos órgãos de repressão militar, pode ser é a mesma coisa que debater numa Casa Democrática, é no mínimo uma falta de conhecimento da realidade do Regime Militar ou uma falta de preparo de sua assessoria na orientação do debate, ou então um erro primário do entrevistador, que é subjugar a inteligência e o preparo do adversário. A Ministra Dilma rebateu a provocação e lembrou que na Ditadura era preciso mentir para salvar a vida de companheiros e que, num regime de exceção, não há espaço para a verdade, ao contrário do que ocorre na democracia. O que acontece ao longo do anos 70 é a impossibilidade de se dizer a verdade em qualquer circunstância. No pau de arara, com o choque elétrico e a morte, não há diálogo. E tem mais, os dois, a Ministra Dilma e o Senador José Agripino estavam em lados muitos diferentes em 70, ou seja, a Ministra era a torturada e o senador defendia o regime torturador.

  5. Paulo Gilberto Morais dos Santos - João Pessoa (PB) disse:

    Quando Lula esteve aqui, em julho do ano passado, estive lá no Espaço Cultural para dar uma conferida no que se passaria. Uma das coisas que me chamaram a atenção foi a forma como o presidente tratava a “mãe do PAC”, deixando evidente, pelo menos para mim, que ali estava a escolhida para sucedê-lo. Eu “cantei a bola”, encaminhando mensagens, por exemplo, para o Cláudio Humberto (www.claudiohumberto.com.br)e a alguns jornais locais. Dilma andou levando uns tombos, mas como Zé Agripino (quem diria!) tratou de colocá-la em evidência mais uma vez, eu continuo a crer que ela será a candidata de Lula para a presidência. E será eleita, pois Lula, infelizmente, está conseguindo hipnotizar a maioria do povo brasileiro. Lamentável? É, mas é verdade, a mais desanimadora verdade.

  6. bota pra quebrar disse:

    xerife, admiro muito o seu blog, tanto é todos os dias acompanho e leio tudo o que nele é publicado.
    José Agripino, como bem definiu a revista Caros Amigos (mês de abril) é um puro “filhote da Ditadura”, sem nenhum moral para erguer o estandarte da ética frente ao Governo do presidente Lula ou contra quem quer que seja.
    Triste é ver uma imprensa comprada, que sempre publica tudo o que ele fala, como se ele fosse um pilar da ética política do Brasil.
    Abaixo as Oligarquias (estaduias ou municipais). Abaixo os sugadores do patrimônio público que construem os seus império econômicos a custa do dinheiro público que deveria ser usado em prol de políticas públicas que favorecesse as camadas mais pobre e miseráveis do nosso Brasil, do nosso Nordeste e, em especial, da nossa região Seridó.

  7. Edson Medeiros disse:

    Caro Robson, Boa tarde,
    Sou seridoense (são José do Seridó)porém a algum tempo resido em Natal mas todos os dias acesso o seu blog pois é uma forma que temos de saber as noticias do nosso paraiso chamado Seridó,por isto o parabeniso por este brilhante trabalho. Quanto a matéria sobre Zé Agripino no episódio “Dilma” devemos acrescentar que o Senador potiguar hoje representa o que há de mais negativo na politica nacional e porque não dizer p/ o nosso Estado que já era muito pobre politicamente e agora é motivo de chacote para a imprensa nacional e até para a poderosa OAB que o repreendeu naquele momento pois o mesmo esqueceu-se que na ditadura militar ele Zé Agripino foi nomeado prefeito de Natal pelo Regime Militar. Ou o mesmo tá doido ou está querendo fazer a população e aimprensa de néscia.
    Um abraço.

  8. deeito disse:

    Caro Robson Pires, você conhece aquela máxima de quem muito fala muito era? Pois é isso mesmo o que aconteceu com Já Já, no tempo em a D. Dilma estava n apêia o então Senador estava nas tetas do Estado por cima da carne seca. Acredito que foi pouco o que ele houviu e o que a emprensa nacional está falando. Toma zé

  9. mané vintén disse:

    Para quem voces acham que ela mandou esse DEDÃO aí? ganha um doce quem acertar!!!

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Segunda, 20 de Novembro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930