Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
04/ago/2009

A serpente e o vaga-lume


Por Robson Pires, em

vagalumeConta a lenda que uma vez uma serpente começou a perseguir um vaga-lume.

Este fugia rápido, com medo da feroz predadora e a serpente nem pensava em desistir. Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada…

No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse a cobra:

– Posso lhe fazer três perguntas?

– Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou de devorar mesmo, pode perguntar…

– Pertenço a sua cadeia alimentar?

– Não.

– Eu te fiz algum mal?

-Não.

– Então, por que você quer acabar comigo?

– Porque não suporto ver você brilhar…

“Pense nisso e selecione as pessoas em quem confiar”.

Do blog do Robson Pires


4 Comentários

  1. Ivanberg Moreira disse:

    Essa é uma das metáforas mais interessantes que existem!

  2. Jasso disse:

    Xerife, tá com medo de quem. Dê nome aos bois.

  3. Jasso disse:

    Dê o nome da serpenete.

  4. Terezinha Dias de Araujo disse:

    Essa fábula é o que acontece no dia a adia entre nós animais racionais. Quando o invejoso não consegue matar, prejudica para sempre.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Quarta, 20 de Junho de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

junho 2018
D S T Q Q S S
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930