Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
30/out/2008
ás 09:46
Publicado por Robson Pires na categoria

Abaixo Lula! Garibaldi Alves Presidente Já!!!

O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva anda meio que atrapalhado em relação a crise mundial ao fazer declarações absurdas e contraditórias sobre a crise financeira internacional. Teimoso que “só burro em pé de cerca? ele assegura que a situação mundial não afetará o Brasil. Uma santa ignorância e ingenuidade do moço que nasceu em Caetés, PE, e por sorte na vida terminou passando de torneiro mecânico (profissão honrada) para Presidente do País.

Leiam, com atenção, por favor, o artigo que o Presidente do Senado, Garibaldi Alves, PMDB, mandou publicar na edição desta quinta feira, dia 30 de outubro, no Jornal O Globo. Vale à pena. Esse entende do riscado. Quanto a Lula…

Ah! Lula! Continue falando suas besteiras e tomando suas cachaças…

Eis o artigo:

Na vida política, há momentos em que uma trégua entre partidos e líderes se faz necessária para um encontro solidário em torno de questões emergenciais que estejam a merecer a colaboração desprendida de todos. Atravessamos um desses momentos. A crise financeira internacional, que está a exigir a reordenação dos mercados, convida todos os homens públicos, do sistema de representação ou da esfera do Executivo, a se debruçarem sobre as conseqüências que poderão ocorrer em nosso país, ainda não calculadas em sua plenitude, porém inevitáveis, na medida que não somos uma ilha de segurança em um oceano revolto.
Apesar de certo conforto com as reservas em torno de US$205 bilhões, a auto-suficiência na área energética e a retomada dos investimentos públicos com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), não podemos escapar da meta de reorganizar a economia, com a implantação de parâmetros mais rígidos e consoantes com tempos de contenção de crédito e ameaças de recessão nas principais economias mundiais. A conclamação à reflexão é a alternativa mais sensata para que, a par das medidas de caráter financeiro e cambial voltadas para a preservação do real, possamos sugerir políticas consistentes na perspectiva de identificar oportunidades no ambiente de crise.
Aventuro-me a aduzir que esta é a hora especialmente adequada para se consolidar a nossa infra-estrutura. Enquanto os países desenvolvidos começam a adotar medidas para sanear o mercado financeiro, a partir da estatização parcial ou integral de bancos insolventes e tendo em vista a solidez do nosso sistema bancário, precisamos voltar a atenção para a arrumação da nossa casa. Nesse sentido, o PAC – mais que um programa de obras espalhadas pelo território – deve assumir papel vital no espaço de reestruturação das condições da infra-estrutura, particularmente no que diz respeito a obras prioritárias voltadas para maior fluxo das riquezas nacionais, expansão e consolidação do mercado interno.
No rol de prioridades, estão os projetos de Parcerias Público-Privadas e a aceleração das concessões em setores como rodovias, ferrovias, portos, aeroportos, transporte urbano, saneamento e tratamento de esgotos, geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, unidades prisionais, entre outros. O ciclo que se abre sugere o fortalecimento das subestruturas que influenciam o nosso desenvolvimento.
É evidente que o setor produtivo, para realizar altos investimentos, precisa contar com juros reais mais baixos e maior acesso aos recursos do BNDES, o qual terá papel ainda estratégico como indutor do desenvolvimento. Já o mercado de capitais deverá ser motivado a promover mudanças capazes de redirecionar recursos para a produção. Assim, o país poderá contar com uma política fiscal atrelada ao plano de investimentos na infra-estrutura, contemplando uma nova matriz desenvolvimentista.
Para completar o circuito mudancista, as reformas tributária, previdenciária e trabalhista deverão deixar o campo das discussões e se transformar em alavancas da nova ordem. Entre os princípios que devem balizar as mudanças, inserem-se a justiça para os entes federativos, a simplificação da estrutura fiscal-tributária e a diminuição da carga burocrática sobre as empresas.
Os nossos potenciais constituem a salvaguarda de uma posição menos vulnerável à crise financeira mundial. Não podemos, porém, desperdiçá-los. É tempo de adotarmos a receita da dona de casa: não gastar mais que o orçamento doméstico. É tempo, pois, de fazermos nova arrumação na casa.

Do Blog: Garibaldi Alves para Presidente do Brasil Já!


19 Comentários

  1. FLOR disse:

    EM JANEIRO EU SEI PRA ONDE ELE VAI!!!!!!!!!!

  2. Richard disse:

    ”nasceu em Caetés, PE, e por sorte na vida terminou passando de torneiro mecânico (profissão honrada) para Presidente do País.”
    Quero dizer aqui o vereador eleito de timbauba morador da casa do prefeito sendo vereador!

  3. medeiros disse:

    Vocês tão doidinho que o Brasil afunde mais!!!! Esse ai nunca MAIS, basta de Alves e caronista no poder.

  4. Neide Oliveira disse:

    ESTE É O GARIBALDI QUE EU CONHEÇO!
    O NOSSO FUTURO PREFEITO!!!!!!!!

  5. Neide Oliveira disse:

    OU MLEHOR, O NOSSO FUTURO *PRESIDENTE*!!!!!!

  6. Gilvandro Alves disse:

    Lula é tão fraco que tem 80% de aprovação da população brasileira! Bom mesmo são Nelter Queiróz e Garibaldi, o primeira cabra valente e o segundo o bobo da corte. O terceiro puxando o saco?

  7. Etc, Etc, Etc disse:

    Garibalde Alves é um homem sério. Entre os políticos de Brasília ele é quem escapa com José Aripino e Pedro Simon. Queiram ou não queiram ele está provando ao país.Vocês vão ter que engolir ele novamente na próxima eleição.Chora bicudo.

  8. adriano coutinho disse:

    meu caro Robson, graças a capacidades desses homens: Lula- superou todas as minhas expectativas como líder nacional; Garibaldi- grande líder político norteriograndense, está preparado para assumir até cargo de ministro, sua função como presidente do senado nos orgulha muito. Ninguém chega ao topo por acaso, tem que ter capacidade!!! um abraço,

  9. João Maria Cavalcanti disse:

    Meu Caro Róbson,

    Você sabe que gosto de você e eu sei que você não tem medo de críticas, como também não se chateia com faz as críticas, por isso que lhe admiro, mas me permita dizer que suas críticas, com o nosso presidente e com o PT, são muito pesadas e desprovidas de fundamentação política. Desta vez Garibaldi, como sempre, não critica as ações do governo. Ao contrário, o senador sinaliza para um entendimento nacional em torno de soluções que possam enfrentar uma possível e provável rebatimento da crise financeira que assola o Leste Europeu e os Estados Unidos, na economia brasileira. Mas, fundamentalmente, esta entrevista tem um cunho político nacional, uma vez que o PT lançou o nome do senador Tião Viana para a presidência do Senado e Garibaldi acha que ainda é cedo para definir o seu sucessor no comando da Casa, pois ainda faltam mais de dois meses para essa eleição. Torço para que tudo dê certo, para Garibaldi, para o RN e para o Brasil.

    Um abraço,

  10. Maria das Dores Silva disse:

    Todo mundo concorda com Garibaldi, é uma unaminidade Xerife! tem um “medeiros” que comenta aqui que é apaixonado por Jajá precisa passar por uma avaliação psiquiátrica! hehehehehehehehe. já dá pra desconfiar.

  11. ANA LISTA disse:

    Xerife, o Presidente Lula é um eterno otimista. E é melhor que ele seja assim, do que fazer declarações catastróficas.
    Veja, Caro Xerife, o Sr. Allan Greespan, ex-presidente do BC dos EUA, andou fazendo umas declarações bobas e as bolsas despencaram.
    Dr Greespan, seja otimista como o nosso Presidente Lula, faça bons prognósticos da Economia e as coisas tenderão a melhorar.

  12. Há muito tempo não via tanta descriminação,Por nascer em Caetéis-PE,por ser torneiro mecânico e até por saber apreciar um aperitivozinho…Vocês estão falando do nosso Presidente.calma!

  13. meu deus disse:

    garibaldi presidente e morre muita gente do coração. pricipalmente vivaldo costa que naõ passa de suplente de depultado

  14. neném disse:

    Seria muito bom para a econumia do pais,se o presidente Lula,fosse um percimista como muita gente que cumenta neste blog.Eu fico imaginando se Lula não fosse uma pessoa tão otmista,se teria vencido tantas barreiras na vida.Reflitam pessoal,pênsem positivo,o pensamento negativo só leva a o mal.

  15. Acari disse:

    Pelo visto o Xerife atirou erradamente em quem não devia.Imaginem se essa crise economica internacional fosse no tempo de FHC o que seria de todos nós?.A economia do Brasil está sólida e estamos fazendo a coisa certa.Depois que passar a crise o Brasil vai sair muito fortalecido no cenário econômico mundial.Quanto essa sua suposição pura idiotice.

  16. didi disse:

    Robson, vc tem tanta raiva do Lula que as vezes fala uma BESTEIIIIIIIRA!

  17. medeiros disse:

    GARIBALDI PRESIDENTE SÓ SE FOR DO ABC.

  18. Maria Bernadete Silva disse:

    Será um honra para Garibaldi e os abcedistas ser presidente também do ABC! pense se ele não gostaría? falta só o convite, tá feito XERIFE? brincadeirinha…..kkkkkkkkkkkkk.

  19. Etc, Etc, Etc disse:

    Esse Medeiros é um tremendo partidário, ele não quer o melhor para o estado ou cidade. Ele só pensa em defender correntes partidárias. Trocando em miúdos, ele é um tremendo babão. UUUUUUUUUUUUUIIIIIIIIIIIIII

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Sábado, 21 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031