Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
08/jul/2008

Alunos da UERN cobram atenção da Governadora Wilma de Faria


Por Robson Pires, em

Os Centros Acadêmicos de Enfermagem e Odontologia di ao Blog do Xerife da Cidade e a população caicoense que a situação dos cursos de Enfermagem e Odontologia do Campus do Seridó da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte foi implantado através de “politicagem”, sendo que os lutadores por essa implantação não tinham a mínima noção dos requisitos básicos que um curso da área biomédica exige como estrutura física, acervo bibliográfico e laboratórios com equipamentos para que possa ocorrer um ensino e aprendizagem de qualidade.

Esses cursos na nossa Caicó têm um peso enorme no que se refere aos benefícios que podem ser oferecidos, uma cidade com profissionais capacitados possibilita ao Sistema de Saúde melhorias de atendimento, como também estão presentes no controle de qualidade do serviço nos aspectos inerentes à sua profissão. A atuação do profissional dessa área consiste na promoção, tratamento e reabilitação da saúde das pessoas. O enfermeiro, como profissional autônomo, é responsável pela assistência de enfermagem e atua junto a equipes formadas por técnicos e auxiliares, nas atividades assistenciais, administrativas, de ensino e de pesquisa, nos diferentes serviços de saúde, ou seja, são melhorias no atendimento aos pacientes/clientes que serão atendidos em Caicó e toda região. Todo ano a cidade acolhe novos estudantes de Enfermagem e Odontologia, e essas pessoas só contribui para o crescimento da região, o comércio cresce, é o nome da nossa cidade que esta nos congressos, seminários e eventos de caráter científico e social.

 

Ademais, vimos constantemente que este comportamento de descréditos ao Campus de Caicó tem possibilitado a criação de fissuras nas relações que se estabelecem entre os sujeitos que cuidam e os que são cuidados, desfavorecendo a qualidade e eficácia do produto final que é a promoção de uma Caicó mais rica em Enfermeiros e Dentistas.

Caicó precisa de profissionais que tenham sólido conhecimento das áreas de formação básica, capacidade em se apropriar de novos conhecimentos de forma autônoma e independente, espírito de pesquisa para acompanhar o desenvolvimento cientifico, aptidão para desenvolver soluções originais e criativas, habilidade para trabalhar em equipe – coordenando grupos multidisciplinares, conhecimento de aspectos legais, compreensão de problemas administrativos, ambientais, políticos e sociais, e dos princípios éticos que o habilitem a exercer plenamente a cidadania, fazendo um pólo rico em formação e formadores nacionalmente.

Pedimos a nossa Governadora Wilma Maria de Faria um olhar de atenção para o Campus de Caicó, acreditamos que a mesma sendo professora é conhecedora das exigências básica para uma formação. A sociedade Caicoense e de todo Seridó poderá nos ajudar colocando o nome completo e o RG no abaixo-assinado disponível em http://www.abaixoassinado.org/, localizado na área de educação, na página 16 com o seguinte título: Repudiar a situação do Campus do Seridó ‘Governadora Wilma Maria de Faria’ (de 2008-06-24).

É nosso direito ter laboratórios, acervo bibliográfico, estrutura física adequada e principalmente respeito para aqueles que deram um voto de confiança a UERN.


6 Comentários

  1. Estudante de Enfermagem disse:

    é vergonhoso ler essa notícia, até aundo esses políticos vão ver que o pessoal não é tão idiota, são milhares e milhares de dinheiro que são gastos nas festas, em pontes, em parques, em capanhas, mas na EDUCAÇÃO, a realidade é bastante diferente.
    Será que vocês não percebem que investir nesses profissionais é investir na cidade de Caicó, é inverstir no Sistema de Saúde de Caicó..

    Chega
    Chega
    Chegaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    Vamos ter pelo menos respeito com esses estudantes e com a sociedade de Caicó, não são as festas, as pontes, as campanhas que alimentam a formação de uma consciência crítica, e sim os estudos!

    Esta mais que claro que o que falta para melhorar Caicó e esse país são pessoas de carater e políticos de carater, pois o problemas esta mais que visto.

    Cansei de expressar minha angústia diante de tamanhã situação….

    Fé para esses alunos e continuem na luta, pois baixar a cabeça e assistir aula é concordar com essa falta de respeito que estão tendo com vocês.

  2. Paulo Gilberto - Patos (PB) disse:

    Pedir à governadora um olhar de atenção?! O negócio é exigir, cobrar, ameaçar com ajuizamento de ação, isso sim. Pedir dá idéia de subserviência e eu tenho quase certeza de que não é o caso.

  3. discípulo de Cornetinha disse:

    Recentemente, (tá neste blog)tivemos sonoros insultos demagógicos e fisiológicos carregados de irresponsabilidades, emitidos pela nossa nobre senadora: Caicó terá uma faculdade de Mediciana!!!
    Aguenta uma coisa dessas.

  4. Acadêmica de Enfermagem UERN Seridó disse:

    É nisso que dá a falta de planejamento!!!
    Na minha casa, eu não compro nada que eu não possa pagar…
    Mas a nosso governo do estado fez o contrário.
    Começou a bombardear Caicó de obras, entre elas a Ilha de Santana e a promessa de trazer odontologia e enfermagem para Caicó.
    Foi então que o governo percebeu que o dinheiro não dava. Então ela destinou MUITO dinheiro para a ILHA (pois essa obra tem mais visibilidade!!!) e as várias secretarias do governo fizeram uma “vaquinha” para montar a UERN.
    Como fizeram a UERN?!
    Se apossaram do CAIC(isso foi de graça),aí passaram uma água de cal nas paredes, abriram concurso para professores, convocaram vestibular. Aí pronto! Tava feito o CAMPUS. Foi escolhido cursos de odontologia e enfermagem para se amostrar, pois traria status para a patrona do campus. (Porque não trouxe cursos como os de física, química e biologia, pois há um deficit enorme de professores dessas disciplinas em nossas escolas públicas, e ainda por cima seriam bem mais baratos.)
    A partir daí o governo se esqueceu da UERN, e foco foi todo destinado a Ilha!
    Se não construissem a Ilha,o que aconteceria? A festa de Santana ia acabar?
    Não! Ia acontecer normalmente como acontece a mais de 200 anos.
    Mas ao dizer que vai abrir uma universidade e não dar as mínimas condições necessárias de funcionamento, o que aconteceria?
    Ela estaria brincando com o futuro de centenas de jovens que passaram madrugadas em claro estudando, na esperança de passarem em um vestibular, e terem o futuro digno. Na maioria das vezes diferente do futuro de seus pais que não tiveram as mesmas condições.
    Por isso que eu me revolto!!!
    Medidas paleativas não adiatarão mais!!!
    Passamos em um vestibular concorridíssimo.
    Não entramos na universidade escolhidos pelo governo não! Entramos por méritos próprios!!!
    Então queremos ter um campus próprio e digno.
    Queremos ter aulas práticas!!! e não só teoria!!!
    Queremos ter as aulas práticas em Caicó! e não em Mossoró nem Natal!!!
    Queremos um acervo bibliográfico decente! e não ficarmos tirando XEROX, pois isso trata-se até de um crime…
    Queremos uma UNIVERSIDADE, e não um curso profissionalizante de 5ª categoria…
    Eis aí o meu desabafo!!!
    Obrigada pelo espaço

  5. jose disse:

    estamos anciosos pr começar os nossos planejamentos na UNIVERSIDADE

  6. Caros estudantes do campus da UERN de Caicó,continuem na luta reividicando da governadora medidas urgente para que esta universidade funcione plenamente.Eu oriento aos estudantes secudarista das escolas púplicas do Seridó que se juntem aos alunos da UERN de Caicó e façam caminhadas na cidade,ato público e covidem a sociedade organizada,sidicatos,porque juntos ganharemos esta batalha.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Terça, 21 de Novembro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930