Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
11/abr/2010
ás 08:36
Publicado por Robson Pires na categoria

Artigo: A sucessão estadual não passa de lenga-lenga. Nada resolvido

Um dia você abre os jornais e lê a notícia de que o PMDB, o PR e o PV estão negociando uma coligação só na proporcional. No outro dia, a notícia é que está tudo certo entre o PMDB e PR, mas o PV reage, desconfiando que uma composição dessa não garante o nome de Paulo Vagner entre os deputados federais que serão eleitos a 3 de outubro. No outro dia, o PV aceita a coligação desde que esta venha alcançar também a eleição para o Senado, de modo que o partido indique um dos suplentes de Garibaldi.

Enfim, cada diz é uma história diferente, ora priorizando os interesses do PMDB (eleger Henrique e Garibaldi); ora os do PR (eleger João Maia); ora os do PV (eleger Miguel Weber), mas com uma única conseqüência: dificulta, ainda mais, o projeto de reeleição do governador Iberê Ferreira de Souza. Não apenas porque o isola, mas também porque joga sobre os seus ombros a responsabilidade pelo “canto de carroceria” a que ficam relegados seus demais aliados – o PT, da deputada Fátima e do deputado Mineiro; o PTB, do deputado Ezequiel Ferreira; e o PPS, do deputado Wober Júnior.

Isto sem falar no PSB, cabeça da chapa majoritária com as candidaturas do próprio governador e da ex-governadora Wilma, mas sem força para garantir uma composição capaz de resguardar os espaços dos seus candidatos à eleição proporcional, onde se destacam o filho e a filha da ex-governadora e, ainda, as deputadas Sandra e Larissa Rosado (mãe e filha).

Por incrível que pareça, nada disso que está acontecendo é novidade. Esse lenga-lenga; esse vai-e-vem, tudo é a rotina das fases pré-campanha, eleição após eleição. O único lenga-lenga que está se vendo neste ano pela primeira vez, é esse aparente embirramento entre Henrique e Garibaldi, cada um querendo levar o PMDB a apoiar um candidato diferente a governador. Henrique puxando pra Iberê; Garibaldi puxando pra Rosalba, mas Henrique dizendo que sua prioridade é eleger Garibaldi; e Garibaldi dizendo que sua prioridade é eleger Henrique.

Sabe quando é que a gente vai saber como é que isso tudo vai ficar? Somente quando os partidos realizarem as suas respectivas convenções. Até lá, tudo não passa de blá, blá. blá.

Por Paulo Tarcísio Cavalvanti


2 Comentários

  1. observador - Caicó-RN disse:

    Sabe porque tudo isso? Devido aos candidatos e as candidaturas ao governo serem fracas. Quando os candidatos são fortes todo mundo se acerta logo. E esse ano há outro agravante existe dúvidas se o candidato da situação será o que se apresenta atualmente. O nó está dado, com corda molhada.

  2. Carlos Araújo disse:

    So estão pensando em henrique, joão e miguel, o resto foda-se , a politica interessante né?onde ficam os outros? resposta na conversa de bastidores com micarla, os tres falaram ,outros procurem seus ninhos , vamos cuidar de nossas eleições e fazermos corpo mole pra elegermos garibaldi, com isso enfrequecem as canidaturas de wilma e cia, elegendo rosalba governo, vai ser isso mesmo viukkkkkkkkkk

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Sábado, 21 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031