Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
27/mar/2009
ás 07:14
Publicado por Robson Pires na categoria

Até em Caicó políticos recebem doações financeiras para campanhas políticas. E daí?

O senador Garibaldi Alves Filho (PMDB) também apareceu na relação da Camargo Corrêa. Ele teria recebido a quantia de R$ 400 mil reais no ano de 2006 para alavancar campanhas políticas.

Já o senador José Agripino Maia (DEM) teria recebido no ano passado a bagatela de R$ 300 mil reais.

O mundo vai acabar?

Vai não.

 Todo mundo sabe que as empreiteiras sempre financiaram as campanhas políticas. Seja aqui, no Japão… na China… nos EUA. Até em Caicó.

O que procuram é um motivo para sujar a imagem dos políticos envolvidos.

Uma grande bobagem da chamada grande mídia.

Todo dia aparece na TV e nos Jornais uma fuleragem dessas. Até a campanha do Presidente Lula recebeu doações de empresas. E daí?

José Agripino provou com documentação o recebimento da grana.

Tenho dito! E morreu Maria preá…


14 Comentários

  1. caboclo disse:

    São formas de tirar à atenção da população para casos mais importantes e relevantes.

  2. Anne disse:

    Pois é concordo com você, mas uma coisa a de se concordar, o nome do senador mais “honesto”,”íntegro” e “puro” do mundo está nessa lista, não pode… O mais interessante que ele se defendeu dizendo que era coisa do governo Lula da oposição, tenha paciência né!!!!!

  3. Luiz Antonio disse:

    Não sou advogado de JA mas, voce pode até não concordar, se ele não fosse honesto e íntegro, com certeza o PT já teria despejado um mar de lama em cima dele. O xerife falor correto. A legislação permite que todos (TODOS) os políticos recebem doações.

  4. Prof. Pasquale disse:

    Doações lícitas, né pedro bó? Doações não contabilizadas, que vêm do caixa 2 das empresas, é forma mais concreta de ver perpetuada a corrupção entre o setor público e o privado. Vamos esclarecer os fatos com verdade, já que esse tipo de crime é um dos mais prejudiciais a uma democracia.

  5. QUASE TUDO disse:

    RECEBER doações é LÍCITO.
    O ILÍCITO é DE QUEM RECEBER (quando este “QUEM” é ALGUÉM QUE SE BENEFICIARÁ DE OBRAS DO GOVERNO, EM TROCA DAS DOAÇÕES)…

    ISTO (BENEFICIAMENTO DE DOADORES) TAMBÉM ACONTECE EM CAICÓ????????

  6. Jaelson - Barra do Garças - MT disse:

    Acho que os políticos deveriam ter mais vergonha na cara. Não posso concordar com esse MOLHA MÃO em que se transformou a política de nosso país. Nçao acho NADA NORMAL!

  7. Bacharel disse:

    As doações são formas legítimas de financiar campanhas. Não há crime, se foi tudo declarado na prestação de contas das campanhas e se houve depósito bancários. Mas ninguém na polícia federal desconhece essas normas. Se divulgaram as doações é porque há coelho na cartola. Os Zés,os Garis e os da Silva que se expliquem; é obrigação deles como homens públicos que são. E a imprensa deve também cumprir seu papel de fiscalizadora e denunciar as irregularidades… Todos nós, juntos, podemos melhorar esse país, com palavras, pensamentos e, principalmente, atitudes… Até blogueiros podem fazer esse exercício.

  8. Bom senso disse:

    Parece ser necessário mais aprofundamento na questão. O que se discute neste caso não é a simples doação, que é legal. O cerne da discussão é o que motiva a doação. Teria algo em troca por tal “contribuição”? Ou será que uma empresa que tem obras com vários governos doa apenas por ser “boazinha”? Troca de favores? Algumas pessoas querem desviar o foco da investigação e inverter a situação contestando a simples divulgação na mídia. Afinal, tais doações não constavam na prestação de contas dos parlamentares citados? O que tem de errado nisso? Eles são intocáveis? Se o nome aparecem como beneficiários da Camargo Correira, deveriam ser escondidos tais nome? É inadmissível esse pensamento. A divulgação é legal e obrigatória por lei. A sociedade conforme resguardada na constituição Federal tem o direito a informação. Sem partidarismo, nem julgamentos emocionais ou baseado no senso comum. Afinal, todos tem direito a opinião, mas pouco a capacidade de julgar.

  9. Bacharel disse:

    Ao leitor Luiz Antônio, gostaria de informar que o PT adora ter um líder de oposição como JA. Inexpressivo, incompetente, com um passado “manchado” por práticas eleitoreiras condenáveis… e representando um partido que simplesmente não sabe fazer oposição porque passou a vida toda como penduricalho de todos os governos; até que o PMDB lhe ultrapassou neste aspecto!
    O PT adora Zé Agripino! Como adora Zé Sarney, como Adora Jáder Barbalho…
    Quero ver eles gostarem de Jarbas Vasconcelos…

  10. A essa leitora, tal de ANNE, com certeza ela é uma QUARENTONA, complequixada e recalcada, o sua ? vc sabe o que, se o senador do RN o DEMOCRATA tivesse o rabo de PALHA, ou tivesse sua mãos sujas os bonzinhos do PT, iriam deixar de falar isso agora ou ja tinhão queimado seu filme antes? ex. na campanha de Natal esse ano, haja vista que o senhor luiz inacio, ja estar no poder a quase 8 anos, ele ia esperar esse tempo todo é babaca? agora essa de ajuda financeira de campanha, quem mais foi favorecido com isso foi o BARBUDO que pensa em tomar conta do BRASIL, o seu partido não iventou a corrupção prometeu acabar com ela, mas fez o invesso convive com ela, pois ela é gostosa igual a PRICILA do BBB9 e doce quanto uma barra de chocolate.

  11. Polidoro disse:

    Tá provado que ele se suja também, passava uma imagem de qeum nunca recebia propina, e agora josé??

  12. O COMENTARISTA disse:

    É PRECISO QUE A PARTIR DE LOGO, AS CAMPANHAS POLÍTICAS SEJAM PATROCINADAS POR DINHEIRO PÚBLICO(VERBA GONVERNAMENTAL) E SÓ ASSIM, PODERIA DIMINUIR A FAMOSA – “TROCA DE FAVORES” ENTRE POLÍTICO E EMPRESÁRIO!!!

  13. Francisco Brito disse:

    Minha posição com relação a estas “doações” de campanha é modesta e muito simplista, não acredito em doações, e sim, antecipação de suborno ou de advocacia administrativa revestida de legalidade, não se justificam estas doações grandiosas que, em regra, são efetuadas em dinheiro vivo. Quanto à honestidade dos políticos entendo que o sistema é corrupto, alguns enriquecimentos na política são flagrantes e injustificáveis, prefiro a velha máxima: “Não existe virgem na zona”.

  14. Maria Bonita disse:

    Em outra ocasião já postei um comentário sobre os nossos políticos e a política que pode ser resumido assim: “A política é a arte de pedir dinheiro aos ricos, dar aos pobres e depois enganar os dois.” As doações da Camargo Correia bastam como exemplo.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Sábado, 21 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031