02/ago/2016

Crime organizado continua ataques no RN


Por Robson Pires, em

carro

O crime organizado voltou a promover ataques na capital potiguar, na noite desta segunda-feira (1º), dia em que cinco presidiários que são os chefes da facção criminosa responsável pelos ataques foram transferidos para a penitenciária federal de Mossoró.

Segundo o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, os presos transferidos foram identificados pelo setor de inteligência da polícia após terem celulares monitorados. Outros vinte detentos serão transferidos para presídios federais em outros estados.

Até agora, foram registrados cerca de 70 ataques em várias cidades do Estado, a maioria incêndio de ônibus. Foram presas mais de 65 pessoas por suspeita de envolvimento nos atentados.

O governo estadual aponta a instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, como a causa dos atentados. O secretário de Segurança Pública, general Ronaldo Lundgren, classificou os ataques como “atos de terrorismo” que visam amedrontar a população e acuar as autoridades. “Essas pessoas não querem obter lucro econômico, mas sim amedrontar. Não é um grupo terrorista, mas são pessoas que estão fazendo atos de terror.”

Além dos ataques, ontem ainda houve fuga de 17 presos do Centro de Detenção Provisória da Ribeira. Só um foi recapturado.

Por Cláudio Humberto


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Quinta, 20 de Setembro de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30