Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
16/jul/2008

Ex-juiz de Caicó concorda com o blogueiro: Viagem para tratar sobre PF nada trouxe de vantagem para Caicó


Por Robson Pires, em

Henrique Baltazar

hbvsantos@hotmail.com | 200.217.214.66

Na verdade nada foi conseguido com a viagem a Brasília. O que foi acertado é o que já havia sido decidido antes.

A PF sempre trabalhou em Caicó, como trabalha em qualquer lugar do país

 Entretanto, quando havia um “Posto? na cidade, a conseqüência era maior dedicação à região, até porque não havia outra coisa a fazer.

Agora, voltamos à situação de anos anteriores. Investigam-se apenas poucos casos, e só quando for resultado de outras investigações feitas nos locais onde existe Delegacia ou Posto da PF.

Quem contar vantagem sobre o resultado da viagem estará mentindo.

Mas pelo menos alguns mostraram interesse em tentar algo. Pior era nem ter tentado.

Do Blog: Meu caro ex-juiz de Caicó, Henrique Baltazar.

De você (desculpe a intimidade!) não esperava posicionamento diferente.

Concordo em número, gênero e grau. A viagem desta comitiva à Brasília não trouxe nenhuma vantagem para Caicó em relação à Polícia Federal. Comentei a mesma coisa em comentário anterior neste Blog.

Mas…

Também concordo. Pior era nem ter tentado.

Abraço,

Robson Pires

Foto: Henrique Baltazar


6 Comentários

  1. Francisco Brito disse:

    Na minha modesta opinião uma decisão dessa natureza tem que ser tomada de forma eminentemente técnica. Há que se avaliar a imperiosa necessidade da instalação de um posto da polícia federal na região. Os crimes ocorrem em todos os recantos do país e não existe disponibilidade para se instalar um posto em todos os municípios. Os governos estaduais devem valorizar e aprimorar suas polícias e suas fiscalizações fazendárias. Nos municípios com maiores complexidades para defender seus próprios municipais, que sejam implantadas as guardas municipais, e por último, uma participação efetiva e uma conscientização da população para não consumir produtos de origem criminosa, ou seja, atacar o crime em suas mais variadas vertentes. Não se pode acreditar que apenas a polícia federal é competente para coibir a criminalidade. Nem podemos transformar uma decisão desta magnitude em um panfleto eleitoreiro.

  2. Prof. Pasquale disse:

    As pessoas supervalorizam a presença da polícia federal em Caicó, como se fosse a solução para todos os tipos de crimes. O fato é que a PF tem competência para poucos tipos de delitos que acontecem na região. Na realidade, é de uma polícia civil inteligente e atuante, com delegados independentes da politicagem que prevalece nos grotões dos sertões, pois é competência da polícia judiciária dos estados(polícia civil) a elucidacão dos crimes comuns no âmbito estadual.

  3. Paulo Gilberto - Patos (PB) disse:

    A verdade é que essas pessoas viajam a BSB com a intenção principal de ganhar umas diarias e engordar a folha de pagamento que recebem. Nós, contribuintes, pagamos a conta.

  4. Marcos Nóbrega disse:

    Tá faltando é força política pro Seridó. Foram à Brasília fazer graça junto com Garibaldi. Até agora nada! Nada importante de Brasília pro Seridó!!!

  5. Marcia Fortes disse:

    E o juiz deve ter se exaurido de tanta alegria……

  6. roberto villar disse:

    tb acho que pessoas não deveriam ter viajado, inclusive com passagens pagas com o nosso dinheiro(povo). Para nada se fazer!

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Quarta, 22 de Novembro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930