Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
21/abr/2010
ás 17:29
Publicado por Robson Pires na categoria

Ex-Juíz de Caicó opina sobre punição contra a Juíza que prendeu adolescente com 23 homens em uma cela

Caro Robson,

Até agora a punição foi apenas administrativa. Não tenho conhecimento de outras categorias profissionais em que ocorram punições drásticas e tão rápidas. Sugiro uma pesquisa para saber, por exemplo, quantos servidores do Fisco, investigados por irregularidades, foram punidos administrativamente e de forma rápida como foi o caso. (os processos administrativos costumam durar anos).

A juíza em questão ainda deve responder a processo criminal e pode até ser presa e demitida.

A propósito, parece-me que ela está pagando mais por uma omissão do Estado (que não constrói presídios), do que por conduta dela (apesar de lhe ter faltado um tanto de diligência ou responsabilidade funcional no fato).

Henrique Baltazar dos Santos – Ex-Juíz de Caicó.


8 Comentários

  1. Andre disse:

    Lembremos ao Magistrado que o erro do estado, em não construir presídios, não gera o direito de prender essa menina com homens. Justificar erro do judiciário apontando o dedo para falhas de outros segmentos do estado não merece comentário. Obrigar um servidor público a se aposentar antecipadamente com salário de R$20.000 reais é PUNIÇÃO ou PREMIAÇÃO?????

    Andre Santos – Funcionário Público 40hs semanais, nível superior, com salário R$1650,00 Reais sem direito a 2 férias forenses nem outras regalias.

  2. Francisco Brito disse:

    Este é do Dr. Baltazar!
    Comedido, ponderado, conhecedor e participativo do dia-a-dia dos cidadãos, fato este que demonstra com atos, consistentes das várias participações neste espaço. Muito importante tal conduta para os que têm por ofício dizer o direito, julgar o seu próximo, o que prova que está sempre atento ao mundo dos “mortais”, não obstante o poder da toga que às vezes produz obnubilações, deslumbramentos nos que não conseguem administrar o poder. Não se trata de bajulação deste subscritor até pelo fato de não manter com o magistrado nenhum contato, provavelmente em nossa juventude, uma vez que há 36 anos me ausentei do nosso estado, apesar das constantes visitas aos meus e a minha terra. Porém, pelo que tenho lido a respeito do Eminente Dr. Baltazar é suficiente para nutrir pelo mesmo um grande respeito e admiração.
    Parabéns Excelência, mantenha sempre este espírito que é indispensável aos JUSTOS, e preserve esta didática jurídica que as vezes tanta falta faz aos cidadãos comuns.

  3. Cabe lembrar ao pretenso rábula de que a aposentadoria é proporcional aos anos de efetivo exercício da toga é não é 20 mil reais não. O afastamento das atividades de juízo julgador, essa sim, caracteriza-se como uma por demais gravosa pena de caráter pedagógico e definitiva à carreira do Magistrado. O recebimento de aposentadoria, ainda que proporcional, no meu ponto de vista, é injusta, em relação às demais carreiras do serviço público, senão institucional, já que a Carta Magna preconiza a igualdade de todos perante a Lei. Quanto à questão dos presídios, é bom que os demais governantes cuidem bem de suas estruturas, para não reclamarem e chamarem de “masmorra” como ocorreu aqui em Brasília, pois Governador também pode ser preso.

    Jota Alberto
    Brasília-DF

  4. Invocado disse:

    É o coorporativismo falando grosso. Essa turminha do judiciário, especialmente os juízes, trabalha pouco, é prepotente e ainda se acha acima do bem e do mal.
    Quando erra, não assume o erro e se diz injustiçada.

  5. FILÓ DO MORRO DO PÔICO disse:

    tô com o INVOCADO….
    PURO CORPORATIVISMO, essa visão do Juiz, nada mais.
    Ele desconhece outras categorias que são punidas tão rapidamente?
    ora… ELE SABE SIM, E DE CÁTEDRA….
    ELE É HONESTO, TODOS SABEMOS, MAS DESSA VEZ, ESCORREGOU NO CORPORATIVISMO…
    UMA PENA!!!

  6. Javas disse:

    É isso aí, “INVOCADO”. Vc está mais que certo. Se fosse a filha de um juíz que tivesse passado por essa situação, eu queria ver tanta calma e moderação. Esses caras realmente se acham os verdadeiros SEMI-DEUSES sobre a terra. Mas um dia também morrem e os vermes se deliciam com sua carne REAL, do mesmo jeito que fazem com nossos pobres restos mortais. No final, o destino é o mesmo, seja para os SEMI-DEUSES ou para nós pobres mortais: um buraco frio e podre.

  7. Jonas de Araújo Medeiros disse:

    Vejo muita conversa sem foco nesses comentários, acho melhor termos uma visão mais realista do caso em questão e tratarmos o assunto sob a ótica do esforço de um Brasil que tenta acertar e desvencilhar-se dos seus erros e injustiças históricas, dentre os quais se encontram os do judiciário, pois tudo é Brasil, não podemos negar que grandes avanços vem sofrendo o poder judiciário num esforço contínuo e acertado de se modernizar e dar resposta aos clamores que demandam de sociedade doente por um processo secular onde os verdadeiros vilões sempre concentraram-se perversamente nos outros dois poderes: legislativo, executivo e seus “xupinhas” de carreira.

  8. TORRAO NATAL disse:

    O Excelentíssimo Senhor Juiz, homem honrado, e filho de homem também honrado de Caico, que todos nós conhecemos, teria feito melhor se tivesse ficado calado.
    Discordo da aposentadoria compulsória, como forma de punir à Juíza. Melhor seria um suspensão de 6 meses, sem direito a sálario e, lógico, sem que este tempo de suspensão contasse pra aposentadoria.
    Acho que a Srª Juíza sentiria mais na pele, e no bolso.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Domingo, 22 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031