Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
10/ago/2007
ás 15:09
Publicado por Robson Pires na categoria

Falta somente uma sala para o PROCON se instalar em Caicó

O prefeito de Caicó, Bibi Costa, prestaria um enorme serviço a população local se disponibilizasse um local para a instalação do PROCON – Órgão de Defesa do Consumidor.

Há seis meses a Secretaria da Justiça e Cidadania está com todos os equipamentos prontos para instalar o PROCON. Falta apenas o local.

Na Central do Cidadão tem até sala disponível. Falta só boa vontade. Nada mais.


4 Comentários

  1. Anna Cláudia disse:

    A POPULAÇÃO DE CAICÓ E DO SERIDÓ MERECEM A PROTEÇÃO DO PROCON, NOS MESMOS MOLDES QUE EXISTE EM ALEXANDRIA, MACAU, PAU DOS FERROS, SÃO PAULO DO PÓTENGI, SÃO JOSÉ DE MIPIBU, CARAÚBAS, SANTA CRUZ E APODI. POR QUE UMA CIDADE COMO CAICÓ(CIDADE POLO), QUE É MUITO MAIOR DO QUE AS CITADAS ACIMA NÃO TEM UM ÓRGÃO PARA PROMOVER A DEFESA DOS CONSUMIDORES DA REGIÃO?

  2. Nunes Alves disse:

    Robson, acho que existe um equívoco de sua parte como é que existe uma sala na Central do Cidadão e está faltando um local.

  3. Aquino Lins disse:

    Meu caro Robson, como esse órgão faz falta na Capital do Seridó, infelizmente e, ao que parece quando é coisa boa pra vir pra Caicó tem que ter um entrave, um muro no meio. Espero que o administrativo municipal use do bom senso e da boa vontade o mais breve, pois, Caicó precisa muito desse orgão.

    Desculpe minhas críticas logo a seguir, mas, são verdadeiras. O comércio de Caicó mesmo com o título de Capital do Seridó e cidade pólo, parece não dar muita importância ao título e ao fato:

    – Comércio fechando pro almoço, deixando os clientes das cidades vizinhas a ver navios.

    – Atendimento de péssima qualidade, ao ponto de entrarmos num comércio, passar 15 minutos esperando alguém pra nos atender, ir embora logo em seguida sem ouvir nem um bom dia ou boa tarde (isso é caso verídico estou aqui contando a história).

    – Estacionar o carro no centro só se você morar nesta região, poís, o dono do comércio que podia deixar a vaga na frente de seu comércio pra um cliente estacionar, já botou seu carrão pra quem passar apreciar. O cliente que vá estacionar e comprar noutro lugar.

    O que isso tudo tem haver com PROCON ou o que mudaria com o orgão?

    Talvez não muito, mas, pode servir para que o comércio de Caicó abra os olhos e os comerciantes as cabeças, poís, consumidores tem direitos e não são poucos e do contrário que alguns ainda pensam o comércio é que precisa do cliente e não o contrário.

  4. Severino Lapixó disse:

    Grande Sheriff Robson Pires, o que o comentarista Aquino Lins descreve acima é tudo verdade. O Senac está funcionando em Caicó há uns 15 anos e os empresários do comércio e serviço não sabem que lá existem cursos para aperfeiçoar desde os vendedores até cargos de manegement, que só concorrem para a prática de otimização nos negócios, e consequentemente nos lucros. Mas as elites são tapadas, mesmo. É tudo na base do amadorismo. Outra coisa, tenho pena dos funcionários do Procon quando aqui se instalar, porque com tantos trambiqueiros nesta cidade, o expediente terá de que ser full-time, (prá quem não sabe, tempo integral), ou seja 24 horas, de domingo a domingo, para tentar dar conta do rojão.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Terça, 24 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031