Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
03/maio/2017

Fotógrafa americana registrou sua própria morte


Por Robson Pires, em

C-7-wCjWAAALWCG

O exército dos Estados Unidos divulgou a última imagem feita pela fotógrafa Hilda Clayton, que captou o momento de sua própria morte, há quase quatro anos, quando um morteiro foi disparado acidentalmente no Afeganistão.

A fotografia foi divulgada essa semana na revista “Military Review”. A publicação também destacou que a morte de Clayton simboliza como as mulheres do exército estão cada vez mais expostas à situações perigosas de treinamento e combate, da mesma forma que os homens.

Hilda Clayton, de 22 anos, fez a foto em 2 de julho de 2013, durante um exercício de treinamento com bombas de verdade na província de Laghman, no Afeganistão. Outros quatro soldados do Exército Nacional Afegão também morreram por causa da explosão. Um deles era fotojornalista, com quem Clayton havia se juntado para treinar.


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Quarta, 21 de Fevereiro de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

fevereiro 2018
D S T Q Q S S
« jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728