Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
25/out/2009

Gilberto teria que se afastar do mandato para concorrer a deputado federal


Por Robson Pires, em

gilbertoptO vice-prefeito de Caicó, Gilberto Costa (PT), fez recentes declarações ao blog, onde afirmou que tentará viabilizar a sua candidatura à Câmara Federal. Mas, tem um detalhe: conforme a legislação eleitoral, ele teria que se desincompatibilizar do cargo seis meses antes da campanha.

Gilberto deve lembrar, assim espera-se, que a regra não vale só para prefeitos, mas também para seus vices. Então fica a pergunta: Com a saída do vice-prefeito, em abril de 2010, quem assumiria o seu lugar?

Um dos casos mais conhecidos de prefeito que se candidatou a deputado federal foi Vivaldo Costa (PR), em 1998, quando se afastou para dar lugar ao vice-prefeito Nilson Dias.


1 Comentário

  1. JORGE disse:

    XERIFE, ME DESCULPE MAS VC ESTÁ ENGANADO, E BOM RETIFICAR ISSO.
    O VICE NÃO PRECISA SAIR DO CARGO P SE CANDIDATAR. VEJA O EXEMPLO DE MICARLA EM 2006, ERA VICE DE CARLOS EDUARDO, NÃO SAIU E FOI ELEITA DEPUTADA.
    OUTRO CASO, DO MESMO ANO, EH DO VICE GOVERNADOR ANTONIO JACOME, ELE NAO SAIU DO CARGO P SE CANDIDATAR E SE ELEGER DEPUTADO. NO SERIDO, TEMOS O EXEMPLO DE ACACIO BRITO, ERA VICE PREFEITO DE SERRA NEGRA, FOI CANDIDATO A DEPUTADO, SEM SAIR DO CARGO, PERDEU A ELEIÇÃO E CONTINUOU VICE PREFEITO. ESPERO QUE PUBLICA UMA RETIFICAÇÃO.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Domingo, 19 de Novembro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930