Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
16/jan/2009
ás 08:33
Publicado por Robson Pires na categoria

Insatisfação em Florânia contra o Prefeito Sinval Salomão: Perseguição contra concursados

Há exatamente dois dias, insistimos em dizer, dois dias apenas, de assumida a gestão municipal de Florânia, o atual Prefeito provocou absurdamente a sociedade com duas atitudes negligentes, severas e autoritárias que precisam ser imediatamente revistas pela sua lucidez: Suspender arbitrariamente, sem nenhum precedente administrativo, os funcionários do quadro efetivo do município nomeados na gestão passada; e Exonerar os diretores e vice-diretores de suas funções nas Escolas onde já trabalhavam normalmente.

            Não poucas pessoas sentiram-se feridas e agredidas! Como se não bastasse, dentre os funcionários suspensos e exonerados, diga-se de passagem, expulsos de seus cargos assegurados por Concurso Público, legitimamente, estão pais de família que moram na zona rural do município precisando desse emprego, professores que há mais de um ano lecionavam nas Escolas rurais, saindo de suas casas nos transportes escolares e apanhando os alunos em suas residências para levá-los ao estabelecimento de ensino, depois com muito amor e dedicação ministrar as suas aulas. Os jovens, com a garantia de um primeiro emprego, foram acometidos de um assalto em plena luz do dia, tanto de suas honras quanto de suas vidas promissoras. Já se somam quase cinqüenta demissões e ninguém sabe ao certo aonde isso vai parar. Estamos diante de um escândalo para com a Lei de nosso país. É preciso tomar providências.

            Tais circunstâncias fazem-nos lembrar do histórico período do Brasil Império, no qual reinava em demasia a ausência de direitos e obrigações entre os cidadãos. O regime era imperial com características totalmente diferentes das de hoje, o despotismo era o carro chefe dos desmandos e abusos dos reis, cujo poder se sucedia de pai para filho sem a participação do povo. Com isso, todos estavam expostos, a qualquer momento, aos horrores da anarquia e da insegurança social e política. Figuras como D. João VI, D. Pedro I e D. Pedro II não saem da nossa memória, uma vez que, quando colônia, éramos vistos como fontes de especiarias a ser explorada até as últimas conseqüências. Na mesma medida, podemos comparar as arbitrariedades do atual gestor de Florânia às imposições institucionais da Ditadura militar que preferíamos esquecer e, no entanto, inevitavelmente volta à nossa memória em forma de insatisfação e revolta.

            Pelo que sabemos, o Sr. Prefeito, ainda em exercício do cargo, não é nenhum Rei, a não ser no nome, e nenhum ditador, a não ser nos procedimentos. Mesmo assim, reivindicamos nossos direitos de funcionários concursados, aprovados e nomeados para os devidos cargos que ora exercemos com competência e com qualidade, pois cumprimos nossas obrigações de pagar impostos como todos os outros, de votar como todos e de obedecer à legislação desse País.

            Diante de tamanho descaso e insatisfeitos, exigimos que o Sr. Prefeito de Florânia Sinval Salomão Alves de Medeiros revise seus atos e suas leituras  aprendidas nos bancos da Universidade por que estão ultrapassadas ou sem conhecimento de causa. Nós somos garantidos em nossos cargos pela Lei do Concurso, até porque não fomos nomeados ilegalmente. Não houve má fé e nem fraude no processo de nomeação dos funcionários públicos.


8 Comentários

  1. Bezerra disse:

    Caro Robson, boa tarde! este cidadão prefeito
    eleito pelo voto deste povo , que muitas vezes votam pelo impulso , não analisa a pessoa em que estão colocando no poder, para dirigir o distino de um municipio,agoro coitados dos prestadores de serviços professores e outros como vão ficar? não podemos aceitar mais isto em nosso Pais de um
    mundo globalizado ainda ixista este tipo de gente. que só tem maldade pensa em si e nos seus , este pessoal concursado tem que entrar com ação no Ministério Público pedindo
    as suas reentegraçães em seus trablhos,e para ser o certo este cidadão tem que ter seu mandato cassado , isto não é politico e sim ditador .Fico muito triste em saber que ainda exista este tipo de pessoas no meio de nossa sociedade desfilando de bom moço.

    abraços Bezerra. fala para esta gente não desista de seus devidos direitos.

  2. zequirino disse:

    caro xerife. Isto esta acontecendo em florânia por que o prefeito eleito que colocar no lugar dos concursados pessoas a quem prometeu em empregos em troca do voto. Só que é inademissivel deixar isto acontecer

  3. OLHEIRO disse:

    Todo concurso tem um cadastro de reserva.
    A explicação para tudo isso deve ser que o ex-prefeito Flávio José utilizou candidatos aprovados e que compõem esse cadastro para assumirem vagas de trabalho.
    Mas se dizem que não existiam as vagas, quais terão sido os critérios utilizados pelo ex-prefeito para convocar tantas pessoas a mais? Quase todo Edital de concurso diz que isso fica a critério da administração, de acordo com as necessidades. Mas será que existe necessidade de tanta gente na última semana de governo?

    Eis a questão.

  4. a verdadeira disse:

    Sabe-se que 3 meses antes e 3 meses depois das eleições nenhum órgão público pode colocar ninguém.Por que o prefeito passado não fez isso no tempo certo? como também as eleições para diretor,pois se passaram 4 anos e só agora no final do mandato foi que ele veio fazer.Isso só leva a pensar que é para prejudicar o prefeito atual.

  5. Maria disse:

    Acredito que o prefeito eleito, Sr. Salomão é conhecedor da LDB/1996 que em seu art.23(se ñ estou enganada), deixa claro a eleição para diretores, vice, coordendores pedagógicos e financeiros. Isto para cada escola. Porém, o prefeito que derrotado na eleição jamais poderia chamar a eleição de diretores após a sua derrota uma vez que sabemos, que ela aconteceu apenas para acomodação do seu pessoal derrotado. É tanto que na escola Domigas Francelina não houve nem concorrente tamanha foi a correria, que, a comunidade escolar não teve tempo para esta eleição dentro do tramite legal.

  6. Maria disse:

    Que é de no minimo seis meses para a organização e realização da referidas eleições. com referência as contratações, por que ele também não fez estes contratos muito antes da sua tão grandiosa derrota? Foi mais uma acomodação dos que ele pensa que votram nele? Particularmente dentes que foi nomeado por ele eu conhece pelo menos duas que votaram em Salomão.

  7. Maria disse:

    Portanto pode acreditar Sr. blogueiro, que salomão não esta perseguindo de form nenhuma. Apenas ele esta cumprindo e aplicando a lei. E ele Salomão entende perfeitamente. obrigada pela atenção.

  8. ANA LISTA disse:

    Xerife, esse prefeito tem uma cara de ditador da “molesta” dos cachorros.
    Com todo respeito ao povo alemão (de quem sou admirdor): parece um nazista.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Domingo, 22 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031