Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
17/set/2008
ás 23:39
Publicado por Robson Pires na categoria

Juiz julga improcedente acusação de irregularidades em pesquisa realizada em Cruzeta

O juiz Peterson Fernandes Braga, da 56ª Zona Eleitoral de Cruzeta, julgou improcedente o pedido de não publicação de pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto Agorasei naquele município. O pedido foi feito pelo candidato a prefeito Lalau Medeiros (PT), adversário do atual prefeito Sally Araújo (PSB).

Em sua representação, Lalau acusava o Instituto de irregularidades no trabalho de campo da pesquisa, que foi realizada no dia 21 de agosto deste ano. Argumentou que os entrevistadores do Agorasei utilizaram a ajuda de um mototaxista local ligado à coligação “Vontade do Povo?, do prefeito Sally. O mototaxista teria a função de apontar para os entrevistadores as residências de eleitores do prefeito.

Sobre essa acusação, o juiz diz na sentença que não ficou demonstrado que a coligação “Vontade do Povo? se utilizou de um mototaxista ligada à ela para indicar quais casas poderiam ser entrevistadas. A grande contradição da acusação, e que foi observada pelo juiz, é que as duas testemunhas arroladas por Lalau Medeiros se declararam eleitores do mesmo e disseram que foram entrevistadas pelo Instituto. Ademais, uma das testemunhas afirmou que, quando foi entrevistado, o pesquisador não estava acompanhado pelo mototaxista.

E a acusação foi ainda mais contraditada no dia da audiência que ouviu as testemunhas. Josenildo Carlos, diretor executivo do Instituto Agorasei, foi arrolado como testemunha de defesa. Interrogado pelo juiz e por José Hercy Ponte de Alencar, promotor eleitoral, apresentou o relatório técnico da pesquisa. E mostrou que na zona rural do município o prefeito Sally não se saiu tão bem na pesquisa em relação à zona urbana. E a representação de Lalau Medeiros acusava a interferência do mototaxista justamente na zona rural.

Outra acusação considerada infundada pelo juiz diz respeito à forma como foram construídas algumas perguntas do questionário. “Considero não haver inadequação nas perguntas do questionário da pesquisa que foram objeto da impugnação, posto que foram redigidas de forma impessoal, sem qualquer sentido de direcionamento ou favorecimento para uma das coligações, o que afasta a alegação de ofensa ao princípio da igualdade na disputa do pleito?, escreveu na sentença o juiz.


4 Comentários

  1. EU disse:

    Rapaz, está denúncia que Lalau fez contra o pobre do mototáxi, mostra o quanto ele gosta das classes mais desfaforecidas. Demagolgo, falso é isso que Lalau.

  2. Clara disse:

    Quem diría meu povo! Até que enfim as peças do quebra-cabeça estam se encaixando. E não falta muito, se Deus quiser, o dia que toda Cruzeta saberá quem fez a denúncia contra os mototáxis.

  3. José disse:

    Os aliados de Lalau, granvam comícios, tiram fotos, fazem baderna dentro das concentrações do 40. Quem me garante que os últimos pesquisadores políticos que estavam em Cruzeta não foi a mando dos galos, e com casas marcadas para serem vizitadas?

  4. A.F disse:

    É isso ai meu povo, graças a Deus as coisas estão clareando e o povo percebendo quem é realmente esse candidato do PT… A dor da derrota está fazendo com que ele mostre-se a sociedade cruzetense quem ele é… E tem mais, a lapada que ele vai levar é mais de 1000 meu povo!!!

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Quarta, 18 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031