Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
07/jul/2009

Ministério Público entrega ao Tribunal de Justiça nova denúncia contra ex-juiz de Caicó


Por Robson Pires, em

carlos-adelO Ministério Público entrega nesta quarta-feira (8), às 14h, ao Tribunal de Justiça do RN nova denúncia contra o juiz Carlos Adel e o delegado, Maurílio Pinto de Medeiros, ex-secretário adjunto de Segurança Pública do estado.

A ação é referente a instalação irregular de 1.864 grampos telefônicos, que foram feitos atropelando os limites da lei para investigações com interceptações telefônicas. Foram feitas escutas ilegais inclusive de delegado da polícia civil.

Em maio deste ano, o juiz Carlos Adel foi punido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por uma denúncia que também tratava de concessões graciosas de escutas telefônicas. O CNJ determinou a transferência obrigatória do juiz para uma vara não criminal. Há mais de 30 anos, ele atuava na 12 vara criminal. A decisão do CNJ foi considerada rígida porque atacou um princípio básico da carreira de juiz, que é o da inamobilidade, ou seja, eles não podem ser removidos de suas funções, exceto em casos extremos como este.

Assim que saiu a decisão do CNJ, o juiz pediu licença médica.

Foto: Carlos Adel


2 Comentários

  1. uau disse:

    SAIU barato…

    Esse povo eh quem tranforma um celular em radio comunitaria…

    isso eh uma ofensa.

    espero mais punicao

  2. Seguraaaaa peãooooo!!

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Domingo, 17 de Junho de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

junho 2018
D S T Q Q S S
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930