29/dez/2010

Mulher afirma que foi estuprada e obrigada a engolir uma cobra


Por Robson Pires, em

Uma mulher, que terá identidade preservada, procurou o Instituto Técnico-Científico de Polícia na tarde desta terça-feira (28) para realizar um exame de corpo delito. Ela afirmou que é garota de programa, mas foi estuprada e obrigada a engolir uma cobra de duas cabeças.

O fato teria acontecido no dia 2 de dezembro, mas somente ontem ela foi orientada a procurar o ITEP. A mulher conta que mora em uma casa noturna, na cidade de Parnamirim, onde teria sido abusada.

Ela foi até o Instituto Científico para realizar exame de corpo delito, exame de sangue e chegou até a solicitar uma ultra sonografia para comprovar que tem uma cobra de duas cabeças dentro do estômago.

De acordo com a vítima, na noite do dia 2, ela havia acabado de fazer um programa com quatro homens e ganhou a quantia de R$ 400. Depois disso, foi dormir. No entanto, uma suposta inimiga chegou ao local acompanhada de um namorado.

Os dois teriam agredido a mulher e o homem a estuprou. Em seguida, ele tirou uma cobra de duas cabeças de dentro de um saco e obrigou que ela engolisse.

Questionada porque não havia procurado o ITEP antes, a vítima contou que só agora foi orientada para isso. O caso deverá ser investigado pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher, que vai aguardar o resultado dos exames.

Do Nominuto.com


2 Comentários

  1. Bruno H. disse:

    Isso são as DORGAS, manolo…

  2. Gaiato Gomes disse:

    Mulher que enfrentou quatro cabeças vai ter medo de uma cobrinha de duas? História mal contada, mas aguardemos a investigação para que o bandido estuprador seja indiciado.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Terça, 25 de Setembro de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30