Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
10/out/2007
ás 09:47
Publicado por Robson Pires na categoria

Padre da Diocese de Caicó deixa batina

Durante a reunião do clero diocesano realizada ontem o bispo diocesano Dom Manoel Delson comunicou que o padre Galileu Galilei de Sousa tinha deixado a batina.Galileu comunicou sua decisão ao Bispo logo que ele retornou da Europa no último dia 4 de Outubro.

O ex-padre tem 29 anos de idade e entrou para o seminário Santo Cura D’ars, de Caicó, aos 15 anos.

O padre disse que deixou a batina motivado por questões de foro íntimo. Ele disse que não estava feliz.

Galileu é professor do campus da UERN em Caicó onde permanecerá com suas atividades.


6 Comentários

  1. Tô de olho disse:

    Isso eu já sabia,na verdade ele só pensa em dinheiro. Inclusive o CONCURSO DA UERN em que ele foi aprovado neste ano de 2007 FOI PURA MARACUTAIA. Aliás, isso não é so do meu conhecimento não Robson, é do conhecimento de muita gente da UERN e também da UFRN que ficaram revoltados com o resultado.

  2. Marlos Ferreira das Neves disse:

    Se a Igreja Católica, num futuro próximo, não ceder e aceitar que seus sacerdotes casem-se, vai haver um esvasiamento grande no sistema católico. Me digam uma coisa, o Diácono, que hoje é peça fundamental em qualquer paróquia, não assume as suas funções sacerdotais e não dá conta da sua família? A própria Bíblia manda que os Bispos sejam casados e maridos de uma só mulher. O pior é que padres da nossa região estão enveredando pelo caminho dos atalhos, ou seja, voltando aos tempos no século XIX, arranjando amásias ou então se prostituindo, tendo casos com pessoas do mesmo sexo.

  3. A decisão de um padre deixar o sacerdorcio , não é muito aplausível; segundo padre Wdson (Natal),hoje casado, ninguém está no seminário para ser padre e, sim, para estudar;isso até que aconteça a ordenação sacerdotal; agora, depois de ter estudado pela Igreja, feito mestrado, aí sim, é a vez de ser sacudido pelo povo por severas críticas! Muitos recorrem à Igreja pela facilidade dos estudos.Há muitos que jamais passariam no vestibular da UFRN ou outro compatível.Cada um nesse momento busca desculpas esfarrapadas para tirar bons proveitos lá fora. Um boa reflexão merece ser feita neste momento crucial.Por isso mesmo é que se questionam tanto sobre a tal falada “VOCAÇÃO”, Decisão difícil de ser encarada até o final da vida.É bem melhor que saiamos bem antes para que não demos o que falar ao povo de Deus e ao mundo.Inda bem que ninguém falará mal da Igreja, pois, esta fez o seu papel com muitíssima dignidade a um jovem preparado para servir à humanidade.O jovem sacerdote, não deveria ter lavado aos mãos, como fez o sonso Pilatos.Razões cruciais devem ter, por certo, deverias ter revelado suas mágoas, ou ficará por muito tempo lavando as mãos. Tenho dito.

  4. Caicoense II disse:

    Acho revoltante esses evangélicos que de evangélicos não tem nada, pois se fossem evangelicos não estariam denegrindo a imagem da Santa Igreja fundada por CRISTO e não por homens… O padre é um ser humano como outro qualquer e está inerente a erros como qualquer um. Acho revoltante e indigno querer autopromover-se por causa dos erros dos outros. Deus quer a felicidade de todos, e o Padre está apenas em busca de sua felicidade. Essa é a vontade de Deus, querer a felicidade de todos, e existem várias formas de servir a Deus, e creio que Galileu continuará servindo-o.

    Não é questão de discutir religião, mas se promover em cima do erro de outro é no mínimo RID?CULO.

    Quanto a Galileu, parabéns, tomou atitude de um homem. Há muitas pessoas Galileu que sofrem escondidas só para ter que dar satisfação para os outros, e vc teve a coragem, e buscou o que achou melhor para você e o que Deus quer de nós todos: Felicidade.

    Um abraço, Róbson!!!

  5. Bruno Dias disse:

    Se ilude quem pensa que padre não sente desejo e se abstende. Eles sabem que isso é política da igreja católica para não dividir sua fortuna com a família dos seus pastores.

  6. junior disse:

    É lametável que ainda hj no tempo que vivemos ainda exista pessoas com esse pensamento tão ultrapassado, se ele não estava se sentido bem é um direito que ele tem de rever e tomar uma decisão, pois não temos direito em inteferir na vida das pessoas, se ele gosta de dinheiro o problema é dele, acho mt cara de pau uma pessoa escrever um depoimento tão infeliz da maneira que esta escreveu, em outras palavras ela quiz dizer que ele não tinha capacidade de ser aprovado em um concurso, que coisa ridicula, não tenho procuração para defendê-lo, por sinal nem tenho amizade com o mesmo, mas condeno e lamento esse tipo de pensamento, desde de quando ser feliz e tomar uma decisão pessoal é crime ou pecado?

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Domingo, 22 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031