Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
13/jun/2008

Polícia federal prende filho de Wilma de Faria


Por Robson Pires, em

A polícia federal prendeu nas primeiras horas desta sexta feira, dia 13 de junho, o filho da governadora Wilma de Faria e do deputado estadual Lavoisier Maia, o assessor parlamentar Lauro Maia. Ele foi preso durante a operação “Hígia, deflagrada às 5 horas e 30 minutos.

Lauro foi detido na casa dele. Mais de 200 policiais participaram da ação. Tem mais gente para ser presa. São 13 os mandatos de prisão e 42 de busca e apreensão.

Segundo a polícia federal, os mandatos são decorrentes de fraudes em licitações públicas, formação de quadrilha e improbidade administrativa, entre outros crimes.”

Também de acordo com a polícia federal as investigações giram em torno de contratos da saúde, relacionados a higienização hospitalar. A polícia vem investigando desde 2005. São cerca de 36 milhões de reais em contratos fraudelentos.

“Hígia” faz analogia à deusa grega da saúde.


8 Comentários

  1. Lavadeira disse:

    Votem na guerreira!

  2. Macambira disse:

    Estando a policia certa, cadeia para este cidadão, que como agente público tem a obrigação de exercer à sua função com honestidade e por opção agiu com desonestidade. Ainda por cima, tira recursos da saúde,tira dos mais necessitados. Usar da posição de ser filho da Governadora e desviar recursos públicos, é uma questão de opção, optou por ser ruim mesmo, é um problema de carater e não de necessidade.

  3. Seridó disse:

    Lá em Serra Negra do Norte Robson só quem ganha licitação é um Faria também primo do Prefeito. Será que vai ter investigação também?

  4. Sexta-feira 13 disse:

    Que dia negro para a Governadora Wilma de Faria!!! Também pudera!!! Hoje é sexta-feira 13.

  5. SÃO SUPRIANO disse:

    SERIDÓ, AQUI EM JARDIM DE PIRANHAS/RN, OS PROCESSOS LICITATÓRIOS. TAMBÉM SÃO CARTAS MARCADAS.CONSULTE O DEI/DI?RIO OFICIAL,MUNIC?PIOS QUE VER?S O MESMO EPISÓDIO.

  6. Chico Bento disse:

    Macambira, quer dizer que havendo necessidade pode-se deixar de lado a honestidade? Discordo.
    Acho, porém, que não foi isso o que vc quis dizer.

  7. Macambira disse:

    O que ue quer dizer é que o agente publico que consome bens públcicos de forma individual, age por motivos diferente do popular “roubador de galinha”, do assaltante, estes, muitas vezes não tiveram outa opção de escolha. O ageante público que rouba, (Esta quadrilha do RN, estando certo a polícia) deve receber uma pena maior. São ladrões por opção.

  8. Chico Bento disse:

    Macambira, vamos ver se entendi: Vc quer dizer que quanto mais o homem ascende na escala social, mais responsabilidade ele deve ter. Deve ser cobrado com mais rigor.
    Por exemplo, um juíz que comete um delito deve ser punido com mais rigor, pois conhece mais as leis.
    Já para o ladrão de galinhas, que conhece pouco das leis e, além do mais, surrupiou a penosa pra dar de comer à família, a pena (desculpe-me o trocadilho)deve ser mais branda. É isso?
    Mas peraí, Macambira, ainda restou uma dúvida: Quer dizer que o agente atuando só, de forma individual, não pode. E se for no coletivo, um quadrilha, aí poe?

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Segunda, 20 de Novembro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930