Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
14/ago/2009
ás 15:41
Publicado por Robson Pires na categoria

Prefeitos pedem “maleabilidade” do Ibama nos municípios

Os prefeitos dos municípios do Rio Grande do Norte têm mais um apelo para a bancada federal do estado, com quem estarão reunidos na próxima segunda-feira (16): pedir a maleabilidade do Ibama com relação aos problemas enfrentados nos matadouros e lixões públicos. De acordo com Federação dos Municípios do estado (Femurn), não está havendo tempo hábil para regularização dos locais.

O presidente da Femurn, prefeito de Lajes Benes Leocádio, explica que vários matadouros e lixões espalhados pelo interior estão em condições precárias, mas que, segundo ele, as ações do Ibama em multar e fechar os estabelecimentos é realizada de forma imediata, sem que os prefeitos possam se defender ou adequar os locais.

“Não está sendo dado prazos para o ajustamento dos locais ou até mesmo para a defesa. Estão sendo aplicadas multas pesadas e os prefeitos estão com situações difíceis”, explicou o prefeito de Lajes.

De acordo com Leocádio, a situação é mais crítica na região do Seridó, onde mais matadouros e lixões foram fechados ou desativados pelo órgão fiscalizador. Em alguns casos, ainda segundo o presidente da Femurn, há obras de melhorias em curso, mas a fiscalização não dá prazo para a solução.

“Em Serra Negra do Norte, por exemplo, o município teve o lixão e matadouro fechados, foi multado em R$ 130 mil, mas já estava construindo um novo matadouro”, disse Benes Leocádio.

Na reunião com a bancada federal potiguar, o prefeito estará com aproximadamente 70 prefeitos e, juntos, farão o apelo para que os parlamentares intervenham na questão e solicitem que o Ibama mais maleabilidade na questão dos matadouros e lixões.

Fonte: Nominuto.com


3 Comentários

  1. Francisco Brito disse:

    Ou seja, os prefeitos querem que o IBAMA prevarique de suas funções? É brincadeira, não se pode mesmo levar a sério esta gente. Os políticos no afã de fazer média com a população legislam de forma impiedosa, acham que resolverão todos os problemas do mundo com suas Leis, muitas delas tendenciosas, depois, querem que os técnicos não apliquem estas mesmas Leis que eles mesmos elaboraram, sob alegação de que são muitos duras, impossíveis de ser cumprida, blá…blá…blá…blá e, de forma mais descarada, acusam os fiscais de intransigentes, impiedosos, enfim, o culpado por todas as mazelas que eles políticos criaram. Eu saí de Caicó há 35 anos (1974) e o matadouro, na época, próximo ao CEJA, GEJA na época, já era um lixão a céu aberto, era duro assistir aulas nas classes que ficavam do lado do matadouro, a fedentina era insuportável. Ou seja, durma-se com um barulho desses.

  2. SEILÁ disse:

    As melhorias são necessarias , mas alguem sabe para onde vai o dinheiro das multas aplicadas pelo IBAMA?

  3. reginaldo disse:

    E o caso de jardim de piranhas que a CGU já fechou até o matadouro aue estava sendo construido por irregularidades na obra, como é que vai ficar? alguém pode responder?

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Sexta, 20 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031