Quem sabe de mim sou eu!
Robson Pires
20/mar/2009
ás 15:17
Publicado por Robson Pires na categoria

Prefeitos vão discutir crise financeira

benesleocadio-criseJá está devidamente marcada uma data aonde os prefeitos do Estado vão discutir a crise financeira que assola as prefeituras. Os administradores estão de barbas de molho. o FPM despenca. O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), do município de Lajes, Benes Leocádio (na foto), convocou para a próxima segunda-feira (23), às 10h, uma reunião de urgência com a diretoria da entidade, além de prefeitos e presidentes das associações regionais.

A divulgação dos valores de repasses do Fundo de Participação dos Municípios pelo Tesouro Nacional, esta semana, deixou diversos municípios em situação financeira delicada.

Uma das implicações, especialmente para os municípios de coeficiente 0.6, é a impossibilidade de efetuar os repasses às Câmaras de Vereadores, tema que será tratado na reunião prevista para ocorrer no Hotel Maine, localizado na avenida senador Salgado Filho, em Natal.

A divulgação dos valores da segunda parcela de março, nessa quinta-feira (19), significa um repasse de apenas R$ 19 mil para um município com população de 10.188 habitantes, por exemplo.

A redução significativa dessas parcelas é, segundo Benes Leocádio, um dos reflexos da crise e da política do governo federal que reduziu os percentuais de cobrança do Imposto Sobre Produção Industrial (IPI), que somado ao Imposto de Renda (IR), compõem o FPM repassado aos municípios.

Benes Leocádio considera fundamental a união dos presidentes de associações regionais e prefeitos quanto à definição, na segunda-feira, de novas medidas de pressão junto ao governo federal.


3 Comentários

  1. Damião disse:

    XERIFE, O prefeito de florânia acaba de pereder mais uma vez !O prefeito tinha recorrido para natal o caso dos diretores, mas o juiz de ganho de causa aos diretores! Mais uma para o lombo do prefeito que não conece as leis!
    uuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  2. Terezinha Dias de Araujo disse:

    Com o Tsunami, sob forma de excassez de dinheiro, varrendo o mundo, a corrida para o exercício da atividade política certamente vai esfriar. Como todos dizem no palanque que tem vocação para a vida pública, agora terá que ser sacerdócio mesmo. Sem os recursos financeiros o poder enfraquece e os holofotes mudam a direção do foco, são os elementos alimentadores do político. É o meu ponto de vista.

  3. Valeu o BOI disse:

    isso é balela, o problema e que esta turma do chororô tão tudo devendo pra agiotas. segue os numeros:
    município 0,6 arrecadação 01 de jan até 20 de março R$ 1.606.787,99. tem as deduções da SAUDE E EDUCAÇÃO, mais é justamente onde está concentrado a maior despesa do municipio. deixem de pagar aos agiotas que sobra dinheiro.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Quinta, 19 de Outubro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031