Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
18/nov/2008

Tribunal de Contas manda demitir por nepotismo cruzado sobrinho Tarcisio Costa e o namorado de Wilma de Faria


Por Robson Pires, em

Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que a ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região/RN, desembargadora Maria de Lourdes Alves Leite, pague uma multa de R$ 10 mil por suposta prática de nepotismo cruzado. O TCU também decidiu que o TRT do Rio Grande do Norte deve anular os atos de nomeação referentes a Raphael Melo da Costa (parente do conselheiro Tarcísio Costa, do Tribunal de Contas do Estado) e a José Maurício de Souza Filho (companheiro da governadora Wilma de Faria). A decisão foi tomada pelo TCU na quarta-feira, dia 12 deste mês.

Ontem, por meio de sua assessoria de imprensa, o presidente do TRT, José Barbosa Filho, informou que cumprirá as determinações assim que o TRT for notificado oficialmente. A investigação foi promovida pela Secretaria de Controle Externo (Secex/RN), órgão ligado ao TCU. O início desse levantamento foi em 2005. O relatório e o julgamento só ficaram sendo conhecidos por conta de matéria divulgada no jornal O GLOBO sobre reforço no combate ao nepotismo que o TCU pretende empreender junto aos Estados.

Na investigação, a Secex encontrou indícios de que algumas nomeações feitas para o TRT da 21ª Região, para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e para a Prefeitura de Natal ocorreram como troca de favores entre a ex-presidente do TRT, a governadora do Estado e o conselheiro Tarcísio Costa. O relator do caso, auditor Marcos Bemquerer Costa, com base na investigação promovida pela Secex, os casos podem ser classificados em dois grupo. O primeiro envolvia as nomeações do sobrinho de Tarcísio Costa, Raphael Melo da Costa (para cargo comissionado no TRT); e a do filho de Maria de Lourdes Leite, Felipe Gustavo Filho (para cargo comissionado no (TCE).

O segundo grupo de nomeações envolvia o irmão da governadora Wilma de Faria, Nelson Newton de Faria (para o TRT); o companheiro dela, José Maurício Filho (para o TRT); e o irmão da desembargadora Maria de Lourdes Leite (para a STTU). As investigações afirmam — e o TCU julgou procedente — que todas essas nomeações consistiram em trocas de favores entre os agentes públicos. Com relação a Nelson Faria não houve pedido de exoneração porque ele não ocupa mais o cargo desde agosto de 2006.

No decorrer da investigação, tanto a desembargadora quanto Raphael Costa e José Maurício Filho foram ouvidos. Seus argumentos — sempre negando a prática de “transnepotismo? — não foram considerados suficientes para comprovar que não houve a irregularidade. De acordo com o relator, ficou demonstrada a reciprocidade nas nomeações.

Agora, o TRT tem (a contar da notificação) 15 dias para proceder a exoneração do companheiro de Wilma de Faria e do sobrinho de Tarcísio Costa. Os dois recebem salários superiores a R$ 6 mil. Para ambos os casos, o TRT possui 360 funcionários efetivos que poderiam ocupar a vaga. No julgamento ficou decidido que cópias do acórdão (AC-2563-48/08-P) devem ser enviadas para o Ministério Público, para o TCE e para a Câmara Municipal de Natal; para que adotem as providências necessárias para cessar o transnepotismo.

Fonte: Tribuna do Norte

Foto: Zé Maurício por trás de Wilma de Faria descendo do avião sendo recebidos por Bibi Costa em recente visita a Caicó antes da campanha política.


11 Comentários

  1. anonino disse:

    caro Robson gostaria que investigace porque foi costado o fornecimento de energia da prefeitura de Carnaúba dos Dantas, ontem atarde e ainda não foi ligado
    porque será?????????
    um abraço

  2. Joana disse:

    Olha aí Xerife como seu blog é importante! a liberdade de imprensa é a responsável maior por essas descobertas. Como seu blog é democrático e aberto a gente vai sabendo de tudo! se forem em a outros Orgãos Públicos das outras esferas, principalmente a Assembléia Legislativa…. aí o mundo todo tá lá recebendo altíssimos salários sem terem prestado concurso público, puro apadrinhamento de parentes só recebendo o contracheque e fazendo farra com o nosso dinheiro. Obrigado por esse grande serviço que está prestando ao Brasil, Arroche!

  3. Discípulo de Cornetinha disse:

    Se o que está publicado é verdadeiro, não resta dúvida que estes senhores além de oportunistas sao mentirosos.

  4. Zeca do PT disse:

    Tá explicado porque Vilma tá apoiando um nome ligado a Tarcísio Costa para assumir a Presidência do Tribunal de Contas.

  5. maria jose de almeida disse:

    Ei o marido da filha do Corregedor Dr. Crstovão, é sim empregado do Tribunal de Justiça e seu irmão também, todos sem concurso,eles são de Salvador BA.

  6. Claudinha disse:

    Interessante! Rafael “não pode” e sua irmã Daniele “pode”? A mesma presta serviços, como fonoaudióloga, a Prefeitura de Caicó, cujo prefeito é seu tio Bibi, e olha que faz tempo…

  7. yes disse:

    Deixe o povo trabalahr…

  8. NEPOTULINO disse:

    A Governadora Wilma é mestra emm nepotismo. Quando Prefeita pela primeira vez foi matéria da Revista Veja o nepotismo praticado por D. Wilma. Nomeou, salvo engano, nada menos que 13 (treze) parentes.
    Abaixo o Tribunal de Contas do Estado, pois nada fiscaliza. Melhor seria para as finanças públicas se esse cabide de empregos não existe nos estados.
    Acabemos com os cargos ditos comissionados. CONCURSO PÚBLICO J?.

  9. Zefinha disse:

    CONCURSO PÚBLICO J? PARA O TCE! vamos acabar com essa arenga logo?

  10. Maria Rackel disse:

    Caro Robson,
    A Súmula 13 aprovada pelo STF sobre nepotismo deixa claro que cargos políticos como Secretários estaduais,municipais e Ministros de Estado estão fora do alcance do Nepotismo.Um exemplo disso é que no Estado do Paraná o governador colocou seu irmão para ser Secretário de Transportes,em Àgua Nova aqui no RN tmb um Secretário Municipal de saude é parente próximo do Vice-Prefeito(esse dois casos já foram aprovados pelo STF),então é interessante que antes de colocarmos comentários sobre nepotismo:o que pode e o que não pode,é importante conhecermos do assunto.Falo isso não em relação a vossa pessoa(já que os casos acima realmente não fazem parte dos tres casos que citei)mas para esclarecer um pouco sobre esse asssunto tão comentado ultimamente:NEPOTISMO.Sim…Quanto ao caso de Daniele costa Melo(filha de Bôsco Costa-irmão de Bibi Costa)é nepotismo sim!!!Mas tenho certeza que na folha de pagamento quem aparece como fonaudióloga não é ela,deve ser algum laranja para que ela possa receber.Fique de olho população de Caicó,os costas desempregados da PM de São José irão todos pra aí.Olho vivo!!!!

  11. danielle costa disse:

    Cara Claudinha, se você me conhece eu não tenho a mínima idéia de quem sejas!!
    Mas sou Fonoaudióloga formada a mais de 3 anos e funcionária do CEREST que tem sede no município de Caicó.
    Foi realizado um processo seletivo no ano de 2007, o qual passei!!!
    Porque você também não divulgou que existe mais outros dois profissionais da mesma área trabalhando no Centro Clínico Dr. Gerson Alves Feitosa??? E outra profissional realizando o teste da ORELHINHA…E você deveria ser mais informada, pois o meu salário é o menor em relação aos demais colegas!!!!!!!!!!
    Daniele Costa

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Segunda, 20 de Novembro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930