Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
19/out/2009

Vereador de São João do Sabugi vai abrir processo por crime de racismo


Por Robson Pires, em

O vereador de São João do Sabugi, Rutênio Humberto, vai processar por crime de racismo a pessoa conhecida por Ady Dantas, que é tio do vereador sabugiense, Marcélio Dantas, que lhes fez várias ofensas em praça pública na presença de várias testemunhas.

Conta Rutênio que Ady Dantas ficou inconformado com um discurso feito por ele na câmara municipal. Por causa disso Ady teria dito que “um negro da qualidade de Rutênio não merecia ser vereador”.

O caso vem parar na delegacia de polícia civil de Caicó que tem a jurisdição de São João do Sabugí. Foi constituído por Rutênio o advogado Paulo Ney para a abertura de boletim de ocorrência e o conseqüente processo.


7 Comentários

  1. força disse:

    Não precisa aceitar não,
    o nome do vereador que o senhor quiz dizer
    foi o de marcílio dantas e perdão pela correção!

  2. Brasileiro disse:

    Muito bem Rutenio, tem que acabar com essa arrogância dessa familia nessa cidade,pensando que são os todos poderosos, ao contrário, não tem poder nenhum.Isso também é a reação de uma cidade revoltada pela administração atual, aonde o prefeito só pensa em recomposição para o bolso e o povo que se vire. Uiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!

  3. Conterrâneo disse:

    Pena que ainda exista quem pense dessa forma, pois o ser humano é igual na sua essência.

  4. Indira Lucena disse:

    Muito bem Rutênio.. Dei maior valor ! Eu sabia que um dia ia aparecer uma pessoa que fosse contra a esse cidadão, como Chico Galvão foi . Esse homem pensa que é o “dono do mundo” e sendo assim pode pisar em todo mundo ! Mas não é bem assim não, e todos sabemos disso! Parabéns pelo honesto veriador que você é!

  5. Arara Feliz disse:

    Muito bem Rutenio, tem mais é que acabar com esse racismo,pois a maior raiva que esse cidadão teve foi adescoberta do emprego fantasma, e depois são tantos nessa situação.
    E o nepotismo aonde ficakkkkkkkkkkkkk

  6. Anônimo disse:

    É … fez o que tem que ser feito. O coronelismo acabou ninguém tem o direito de fazer essa natureza de ofensa não. Deixo claro que pra mim o grave é a ofensa em si não o fato de chamar de negro. Ser chamado de negro tem que passar a ser motivo de orgulho para os decendentes dessa raça. O racismo se fortalece pela fragilidade da personalidade das vítimas da prática. Mas voltando à ofensa essa deve ser punida com todo o rigor.

  7. coronel disse:

    Sei que não julga o que Ady Dantas disse com o Vereador Rutênio, mais quando o vereador saiu candidato a vereador
    tava lá estampada na própria chapa dele, o slogan

    Rutênio o Nego do Povo.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Sábado, 25 de Novembro de 2017


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter




Calendário

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930