Quem sabe de mim, sou eu!

— Robson Pires
13/abr/2010

Wilma no fogo cruzado


Por Robson Pires, em

Da Roda Viva, no Novo Jornal

A ex-governadora Wilma de Faria tem um grave problema para administrar nos próprios dias: –  Escapar do isolamento em que terminou colocada com os últimos acontecimentos.

O acordo firmado, ontem, pela prefeita Micarla de Souza com os deputados Henrique Alves e João Maia pode ser fatal para a manutenção da candidatura de Wilma ao Senado.

Do seu isolamento, com possibilidade de coligar-se praticamente, apenas com o PT, o PTB do deputado Ezequiel Ferreira de Souza e o PPS do deputado Wober Júnior, Wilma terá enormes dificuldades de encontrar um suplente que possa agregar alguma densidade eleitoral. É preciso não esquecer o desconforto de uma aliança formal com o PPS que tem uma posição contra o presidente Lula muito mais radical do que o DEM e o próprio PSDB.

As melhores alternativas que restam para ela, sem PMDB, PR e PV, estão todas dentro do seu próprio partido, o PSB.

Enquanto isso ocorre de um lado, do outro o caminho está aberto para o senador Garibaldi Alves formar a chapa dos seus sonhos, confirmando o nome de Rose de Souza, irmã de Micarla, como sua suplente.

Do lado de José Agripino, a nova coligação para a eleição proporcional também facilitou a sua vida o deixando livre para ter um representante do PSDB (leia-se João Faustino) como suplente, repetindo em nível estadual a aliança que dá suporte ao candidato José Serra.

Resta à Wilma a tentativa de atrair o PDT de Carlos Eduardo e Álvaro Dias para formar ao lado de alguns partidos nanicos a sua coligação.

Mas essa possibilidade de aliança passa pela exclusão do nome do governador Iberê Ferreira de Souza da chapa, uma hipótese que certamente foi levada em conta para apressar a aliança PMDB, PR e PV, mas que é difícil de ser escancarada antes do início do tratamento a que ele vai se submeter a partir de hoje.

O estrago feito na chapa majoritária é ainda maior do que na proporcional onde fica um horizonte de – no máximo – duas cadeiras de Deputado Federal para acomodar as deputadas Fátima Bezerra e Sandra Rosado e ambas sabem que essa coligação pode ficar só com uma cadeira.

A distribuição de alianças está, apenas, começando.


1 Comentário

  1. Jardinense disse:

    Esta EX. Governadora merece mais do que isto, ela merece o pior dos resultados nas próximas eleições para aprender a respeitar o povo. Péia na véia, quem mandou vc brincar com o eleitor? acho é pouco.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Quarta, 23 de Maio de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

maio 2018
D S T Q Q S S
« abr    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031